2018: 376 mil consumidores continuaram a contactar a DECO

 

Com mais de 23 mil conflitos mediados pela DECO em 2018, mais 35 % que no ano transato e com um valor ganho de quase 3 milhões de euros, os portugueses continuaram a reclamar dos setores habituais, destacando-se pela negativa o seguinte:

1º TELECOMUNICAÇÕES: 34.956

EMPRESAS: MEO; NOS; VODAFONE; NOWO

O PIOR

A cobrança de 1 € pela fatura em papel – MEO.

O caso NOWO / SPORTTV.

MOTIVOS PRINCIPAIS DAS RECLAMAÇÕES: Período de fidelização, faturação, práticas comerciais desleais e dificuldade no cancelamento do contrato.

2º COMPRA E VENDA: 25.345

O PIOR

Crescimento das reclamações, sobretudo nas vendas em linha, da Worten.

Pequenos retalhistas na sua desresponsabilização “Tem de contactar a marca para acionar a garantia”.

Grandes distribuidores invocam sempre o mau uso por parte do consumidor.

MOTIVOS PRINCIPAIS DAS RECLAMAÇÕES: Problemas para acionar a garantia, incumprimento dos prazos de entrega, falta de informação e práticas desleais nas promoções, incumprimento dos prazos no direito de livre resolução no caso das vendas em linha.

3º SERVIÇOS FINANCEIROS: 19.249

EMPRESAS: Caixa Geral de Depósitos; Wizink

O PIOR

Comissões bancárias- aumento do valor e redução drástica das isenções do pagamento e produtos financeiros – falta de clareza na informação prestada aos consumidores mais vulneráveis – séniores.

MOTIVOS PRINCIPAIS DAS RECLAMAÇÕES Falta de informação sobre crédito à habitação, falta de informação sobre exclusão, franquias, valor da indemnização na área dos seguros.

4º ENERGIA + ÁGUA: 16. 981

EMPRESAS:

Energia: EDP Comercial; Endesa; Galp On; Goldenergy; Iberdrola

O PIOR

Atraso no envio da fatura – Galp, práticas comerciais desleais da Endesa e Iberdrola, powerpack da Endesa.

MOTIVOS PRINCIPAIS DAS RECLAMAÇÕES: Faturação – prescrição, consumos excessivos, dupla faturação, práticas comerciais desleais na mudança de comercializador, atraso no envio da fatura.

Água

MOTIVOS PRINCIPAIS DAS RECLAMAÇÕES: Falta de informação sobre as faturas, prescrição e recurso à execução fiscal para pagamento das faturas.

MENÇÕES DESONROSAS:

CP

MOTIVOS PRINCIPAIS DAS RECLAMAÇÕES: Qualidade do serviço – atrasos e supressões e a relação com os clientes.

CTT

MOTIVOS PRINCIPAIS DAS RECLAMAÇÕES: Qualidade do serviço e incumprimento dos prazos.

O QUE NOS PREOCUPA EM 2019:

Transporte aéreo

Serviços Postais

Comércio em linha

Serviços associados à energia

Comissões bancárias

Rescisão nos contratos de telecomunicação

Regulamento de Relações Comerciais Água

DECO CENTRO

Os leitores interessados em obter esclarecimentos relacionados com o Direito do Consumo, bem como apresentar eventuais problemas ou situações, podem recorrer ao Gabinete de Apoio ao Consumidor da DECO, bastando, para isso, escreverem para a DECO – Rua Padre Estêvão Cabral, 79-5º, Sala 504-3000-317 Coimbra.