A TRUMPALHADA AMERICANA

Penso que não tardará muito tempo para que que O Senado e a Câmara de Representantes comecem a meter Donald Trump nos eixos, cortando pela raiz o seu sonho xenófobo e de violência implacável para quem não comunga das suas ideias. Penso que sem estar em perigo eminente o alastramento da guerra, a Paz Mundial está ainda mais comprometida, porque violência e xenofobia geram apenas mais violência…
É certo que Trump, ao contrário dos nossos políticos, anunciou as medidas que ia tomar caso fosse eleito. Passou despercebida aos americanos a “nuance” de que caso não vencesse não aceitaria o resultado… Coisa de “pequena monta” para um povo que está longe de corresponder intelectualmente ao seu estatuto económico (apesar da farta miséria que também por lá reina!)
Dizem-me que foram os americanos iletrados que elegeram Trump, mas estou convencido que os letrados tiveram papel determinante nesta hecatombe.
Seja como seja, Trump foi eleito com as leis eleitorais em vigor e que não foi ele que fez! Não servem de desculpa os milhões de votos que teve a menos que Hillary Clinton… (Isso é desculpa de mau pagador!)
Não sei o que se passou nas eleições americanas e não partilho da ajuda Russa a Donald Trump.
A mensagem de Hillary e do próprio Obama não passaram… Os Democratas falharam redondamente!
Vai ter que ser o Partido Republicano, a que Trump pertence, a ajudar a pôr fim às suas tropelias e devaneios.
Assim seja e que o caso Americano seja uma lição para o Mundo!
Há sempre motivos que justificam o “corte” da Liberdade. Compete a todos lutar para que tal não aconteça, para que a História dos horrores não se repita.

Celso Neto