Água em Viseu terá reforço de camiões-cisterna da Águas de Portugal

Município de Viseu implementa também novas medidas de aproveitamento de água

O concelho de Viseu terá um novo reforço de abastecimento de água por camiões-cisterna, como resposta à seca persistente que tem afetado a região e o país.

A medida foi anunciada esta tarde pelo Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes e será implementada pela Águas de Portugal. Serão assim acrescentados aos 27 camiões-cisterna já contratados pelo Município de Viseu desde o início do mês, já a partir desta semana, um conjunto de mais 15 a 20 camiões.

O objetivo é o de continuar a garantir às populações a disponibilidade de água de qualidade no sistema público de abastecimento, ainda que num contexto de estrita racionalidade do seu uso.

Por seu lado, o Município está também a levar a cabo novas medidas de reforço das captações ou de aproveitamento de água para abastecimento à população, anunciou o Presidente da Câmara, Almeida Henriques.

Entre as medidas definidas está o início da exploração de um poço de água localizado junto à Estação de Tratamento de Água (ETA) de Fagilde, que se estima possa vir a gerar entre três e quatro mil metros cúbicos de água por dia. As necessidades atuais do concelho situam-se na casa dos 15 a 17 mil metros cúbicos diários, dos quais cerca de 5000 são fornecidos atualmente por camiões cisterna.

Por outro lado, a Águas de Viseu irá introduzir uma nova bomba na ETA de Fagilde, que permitirá reinjetar no sistema água utilizada nos tratamentos, aproveitando cerca de 400 metros cúbicos por dia.

Simultaneamente, e tendo em vista maximizar a disponibilidade da barragem, a Águas de Viseu irá reduzir a extração de água até 5000 metros cúbicos por dia.