Aprovadas regras do Viseu Cultura para 2019

Programa municipal conta com uma dotação de 1,180 milhões de euros

O Executivo Municipal aprovou esta quinta-feira, 18 de outubro, as normas do programa municipal Viseu Cultura, que renova em 2019 a aposta criada em 2018 de um instrumento de estímulo à cultura e criatividade independente, através de 4 linhas de financiamento.

Com uma dotação de 1,180 milhões de euros, este programa visa fomentar projetos de programação de eventos culturais (Linha Programar, com 500 mil euros de dotação), de criação artística (Linha Criar, 50 mil euros), de revitalização do folclore (Linha Revitalizar, 100 mil euros) e de animação de sítios de interesse patrimonial ou equipamentos culturais (Linha Animar, 150 mil euros). Acresce a estas linhas o financiamento estabelecido para a programação e funcionamento do Teatro Viriato, através do Centro de Artes de Espetáculo de Viseu, com um orçamento de 380 mil euros.

Considerando a excelente execução física e financeira dos projetos alcançada até ao momento, a Câmara deliberou manter os níveis de financiamento anteriormente atribuídos nas respetivas linhas.

Os concursos para as linhas Programar, Criar e Animar serão lançados ainda este mês de outubro, sendo a linha Revitalizar lançada no mês de Janeiro, atendendo à maturidade de execução dos projetos de 2018.

Almeida Henriques, Presidente da Câmara Municipal de Viseu, destaca “o programa democrática” em que assenta o Viseu Cultura, “pois envolve as instituições”.

“Estamos orgulhosos do trabalho que temos vindo a fazer neste domínio, mas também orgulhosos daquilo que a comunidade também está a fazer”, enfatiza.

Já segundo o Vereador da Cultura, Jorge Sobrado, “o município confirma a sua aposta e reedita o mais robusto dos instrumentos municipais de financiamento a projetos culturais independentes”.

“Trata-se de um contributo estruturante para o fomento de um ecossistema criativo e de uma agenda cultural relevante em Viseu”, considera.