Candidaturas ao Erasmus+ até 24 de março

O Instituto Politécnico de Viseu convida todos os seus estudantes dos cursos de CTeSP, licenciatura e mestrado a candidatarem-se a um período de mobilidade no ano letivo de 2017/2018, no âmbito do Programa Erasmus+. As candidaturas decorrem até 24 de março corrente. Os interessados poderão concorrer a um período de estudos numa das 85 instituições de ensino superior com as quais existe um acordo interinstitucional e que se encontram localizadas em 22 países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Croácia, Dinamarca, Eslovénia, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Noruega, Polónia, Reino Unido, República Checa, Roménia e Turquia.
Os estudantes têm ainda a oportunidade de se candidatarem a um estágio numa organização de um qualquer país europeu participante no Programa Erasmus+. Existe apoio financeiro, quer para os períodos de estudos quer para os estágios, que varia em função do país de acolhimento e da duração do período de mobilidade, que deverá ter no mínimo 3 meses e no máximo 12.
Os estudantes interessados devem formalizar a sua candidatura nos serviços de relações externas do Instituto Politécnico de Viseu. Para o efeito, os alunos devem consultar a página http://www.ipv.pt/ri/erasmus.htm onde se encontra disponível o guia do candidato que contem informação obrigatória relativa aos procedimentos e condições de candidatura, a lista das instituições parceiras e os critérios de seriação.
O IPV adianta que a Comissão Europeia fez recentemente um estudo sobre a implementação do programa Erasmus, um aluno que teve uma experiência de mobilidade internacional tem maiores possibilidades de conseguir um emprego. “De registar que um diplomado que tem uma experiência Erasmus tem menos 83% de hipóteses de ficar desempregado quando comparado com alguém que não usufruiu de uma mobilidade internacional. Para além disso, os empregadores valorizam as competências adquiridas nestas experiências já que contam com colaboradores com maior capacidade de adaptação, autonomia para encontrar soluções, curiosos e confiantes”, revela.
Refira que o IPV também acolhe alunos estrangeiros ao abrigo do Programa Erasmus+. No corrente ano lectivo, são 100 os alunos de 18 nacionalidades diferentes que escolheram o IPV para a realização de um período de estudos e/ou estágio e que fazem parte da comunidade académica da instituição.