CASA DE DAREI EM DESTAQUE NO MÊS DE MARÇO

A campanha «Mangualde, o nosso património!» destaca, no mês de março, a Casa de Darei, na aldeia de Darei, freguesia de Mangualde. Promovida mensalmente pela autarquia, esta campanha tem como objetivo aproximar a população do património mangualdense do mais belo que existe no concelho.

CASA DE DAREI, EM MANGUALDE

O Solar de Darei, datado do século XVIII, situa-se na várzea fértil junto ao Rio Dão, na aldeia de Darei, na freguesia de Mangualde. Estamos perante um exemplar típico da arquitetura civil de estilo barroco. A sua planta é retangular e a sua fachada estende-se em comprimento, distribuída por três partes separadas por pilastras.

A porta de entrada, aberta na parte central do edifício, circunscrita por duas pilastras com decoração junto à cornija, é rematada por um frontão que ostenta a pedra de armas, em escudo esquartelado, das famílias Albuquerque, Sampaio, Botelho e Almeida. O friso de janelas, ricamente decoradas, alonga-se na parte superior da casa, pelo lado direito, ficando o lado esquerdo guardado para uma varanda de duas janelas arqueadas.

No pátio, fronteiro ao solar, ergue-se uma pequena capela, também setecentista, com portal em arco de volta perfeita, com pequeno janelo no lado direito da fachada. Encima a cornija central uma ventana sineira, onde se acha o sino, coroada por dois coruchéus piramidais de remate em esfera e que ladeiam a cruz granítica.

Vale a pena visitar este solar da pequena aldeia que no tempo de D. Afonso III se chamava Vila da Rey [Vila do Rei].

Coordenadas geográficas: 40°38’39.73″N| 7°45’13.99″W

António Tavares

Gabinete de Gestão e Programação do Património Cultural

Com esta campanha todos ficam mais próximos do vasto esplendor patrimonial do nosso concelho. Nesse sentido, continua a ser colocada, em vários pontos de encontro do concelho, informação sobre o monumento/património apresentado.

Foram já vários os bens patrimoniais destacados por esta campanha nos últimos anos. A título de exemplo, em 2017, destacamos os Refrigerantes Condestável de Abrunhosa do Mato, os Bordados de Tibaldinho, a Casa dos Condes de Mangualde, a Fonte de Ricardina, vestígios arqueológicos ao tempo do Império Romano em Pinheiro de Tavares, a Capela de São Domingos de Ançada, a Carvalha, a Capela de Santo António em Mesquitela, a Fundação de Nossa Senhora da Saúde de Cunha Alta, os símbolos maçónicos e o Solar de Santa Eufémia. Em 2018, esteve já em destaque o Santuário de Santa Luzia, em Freixiosa.
Sofia Monteiro