Cinfães – Mulher detida por incêndio florestal

O Comando Territorial de Viseu, através do Posto Territorial de Souselo, dia 5 de setembro, deteve uma mulher com 41 anos, pela prática do crime de incêndio florestal, no concelho de Cinfães.

Após o alerta de um incêndio rural, os militares deslocaram-se para o local onde foi possível intercetar a suspeita, apurando-se que o incêndio teve origem em trabalhos de limpeza de um terreno. A mulher suspeita estava a utilizar uma motorroçadora com disco metálico, que acabou por provocar um incêndio, o qual consumiu uma área de 14 000 m2 de mato e arvoredo e danificou uma exploração agrícola, colocando ainda algumas habitações em risco.

A GNR relembra que, ao abrigo da Declaração da Situação de Alerta, até ao dia 10 de setembro, é proibido realizar trabalhos nos espaços florestais, com recurso a motorroçadoras de lâminas ou discos metálicos, corta-matos, destroçadores e máquinas com lâmina ou pá frontal.

A detida foi constituída arguida e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Cinfães.