Compromisso pela Coesão Social em Viseu Dão Lafões assinado no âmbito do II Seminário: “Inovação Social em Viseu Dão Lafões”

Decorreu esta quarta-feira, dia 16 de janeiro, o II seminário “Inovação Social em Viseu Dão Lafões”, no Auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu, promovido pela Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões, e quecontou com cerca de 200 participantes.

O Presidente da CIM Viseu Dão Lafões, Rogério Mota Abrantes, na sua intervenção, destacou, “o trabalho desenvolvido pela Rede e cujos resultados se traduziram na estruturação, montagem e consensualização de um conjunto de projetos de abrangência intermunicipal alargado suscetíveis de mobilizar o investimento consignado no Pacto para esta área”.

Referiu, ainda, Rogério Mota Abrantes “que, esta rede concebeu e estruturou ao longo do último ano e meio, três projetos-piloto de âmbito intermunicipal apontados aos horizontes de atuação definidos como prioritários pela REDE, e que se trata de projetos inovadores, seguramente, mas cujas lógicas e estruturas se encontram solidamente ancoradas no  conhecimento do território regional, nas suas necessidades e potencialidades, bem como na experiência acumulada e no vasto conhecimento das entidades que integram esta plataforma de cooperação criada pela CIM”.

O primeiro painel, teve início pelas 10:00h com o tema “ A Rede da Coesão Social Viseu Dão Lafões: do diálogo interinstitucional ao desenho de projetos intermunicipais”, contando com a participação de Nuno Martinho, Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, e João Queirós, Investigador da Universidade do Porto.

De toda a sessão destaca-se, pela sua relevância para o território, a assinatura do “Compromisso pela Coesão Social em Viseu Dão Lafões”, firmado pelos parceiros que integram esta rede, “sedimentando, desta forma, um trabalho conjunto e de união de forças, denotando uma sólida coesão social no território Viseu Dão Lafões” como foi referido pelo Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho.

Acrescentou, o Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, “que esta rede da coesão social é uma das quatro redes que integram a plataforma de cooperação institucional que pretende, fundamentalmente, a cooperação intermunicipal e, dessa forma, consensualizar projetos e ações no território”.

O painel da “Inovação social na resposta ao envelhecimento demográfico e aos desafios do cuidado: apresentação de experiências” visou dar a conhecer um conjunto de projetos diferenciadores que poderão ser vistos como boas práticas já existentes dentro e fora do território.

Todo o seminário foi traduzido em língua gestual e encerrado pelo Vogal Executivo da Comissão Diretiva do Centro 2020, Jorge Brandão.