ETAR de Vilar de Ordem vai ser requalificada

Consignação da empreitada decorreu esta quarta-feira. Intervenção vai durar três meses e visa reparar danos causados no equipamento por um incêndio florestal

Decorreu esta quarta-feira, 5 de setembro, a consignação da empreitada de requalificação da ETAR de Vilar de Ordem, na freguesia de Povolide. A intervenção surge na sequência dos danos causados por um incêndio florestal, que danificou diversos equipamentos.

Presente na sessão, o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, destacou o facto de esta ETAR estar, dentro de três meses – o prazo de execução dos trabalhos – pronta a “funcionar por mais umas décadas”.

“Esta é uma solução mais ecológica e natural, que resulta bem”, salientou, lembrando que esta área das águas e saneamento tem merecido “grande atenção” da parte do Executivo Municipal.

“Estes investimentos têm um grande significado para as populações abrangidas. São também um sinal da coesão territorial que promovemos no nosso concelho”, concluiu.

José Manuel Fernandes, presidente da Junta de Freguesia de Povolide, destacou o apoio da Câmara Municipal: “agradecemos tudo o que tem sido feito pela nossa freguesia”, frisou.

Recorde-se que a intervenção na ETAR, orçada em cerca de 52 mil euros, visa reparar as lagoas de macrófitas (que permitem a purificação da água através de plantas que se alimentam dos nutrientes) e outros equipamentos, como um tanque de recolha de águas residuais e a respetiva proteção de segurança.

No âmbito desta empreitada também a vedação da ETAR será requalificada.