Exposição “Os Cadernos Resgatados” de José Coelho

Quatro narrativas recuperadas dos Cadernos de Notas Arqueológicas de José Coelho são o mote da nova exposição que inaugura hoje

O átrio da Câmara Municipal de Viseu acolhe, a partir de hoje, terça-feira, “Os Cadernos Resgatados” de José Coelho.

A exposição, patente até 31 de outubro, apresenta os lendários e valiosos cadernos de apontamentos do primeiro arqueólogo de Viseu e revela quatro histórias recuperadas dos 143 Cadernos de Notas Arqueológicas de José Coelho. As narrativas desvendam facetas diferentes da sua vida e deixam adivinhar a diversidade e o potencial destes documentos.

José Coelho, ilustre intelectual viseense do século XX e um dos pioneiros da arqueologia da região, dedicou-se à recolha de objetos arqueológicos que organizou em coleção, agora exposta, em permanência, na Casa do Miradouro.

Nos últimos meses, a Câmara Municipal de Viseu recolheu 121 exemplares perdidos de livros de notas e memórias de José Coelho, uma valiosa descoberta para o património arqueológico do concelho.