Feira de São Mateus reinventa-se e regressa em 2019 mais atrativa do que nunca

Feira dos Reencontros de Viseu abre portas a 8 de agosto com cartaz imperdível, mais internacional e intergeracional. São ainda destaques as novas esplanadas dos pavilhões das farturas, uma nova Roda Gigante, os primeiros Noivos de São Mateus, 90 stands novos em folha, redução continuada do plástico e um projeto de luz decorativa original que homenageia o tema da gastronomia beirã. Estudo económico revela que em 2018 impacto económico quase duplicou face a 2015

O Campo de Viriato está a preparar-se para receber o grande evento de verão de Viseu e a maior e mais importante feira popular do país.

A Feira de São Mateus celebra, em 2019, a sua 627ª edição, trazendo o melhor do seu legado histórico e cultural e reinventado-se mais uma vez, na senda do projeto de revitalização e modernização desenvolvido pelo Município e VISEU MARCA, desde 2016.

Entre 8 de agosto e 15 de setembro, há 39 dias de programação imperdível.

O fim-de-semana de abertura promete conquistar muito público: Carolina Deslandes pisa o palco Santander a 9 de agosto, sexta-feira, e Mariza a 10 de Agosto, sábado. Na noite de inauguração, quinta-feira, o palco é dos viseenses Mara Pedro e o “O Galo Cant’às Duas”, depois do espetáculo de fogo-de-artifício e fogo-preso. Domingo, 11 de Agosto, é noite do “Festival Internacional de Folclore” e a 12 de Agosto, Dia Internacional da Juventude, Bárbara Bandeira é a estrela no firmamento da Feira, dias de entrada gratuita.

Ludmilla, Natiruts e Gipsy Kings protagonizam os três grandes concertos internacionais do cartaz de 2019 do certame. A pré-venda de bilheteira para estes espetáculos registou números inéditos, superando expetativas com centenas de ingressos já vendidos.

Aos nomes internacionais juntam-se grandes estrelas nacionais como o recordista da edição de 2018, Richie Campbell, as bandas míticas Xutos & Pontapés e UHF, Pedro Abrunhosa, David Carreira, Átoa, Fernando Daniel, Badoxa, Piruka e Jimmy P, entre outros.

A programação resulta num “mix” de tendências, estilos e gostos a pensar nos vários públicos, ao longo de 39 dias. Desses apenas 15 são de entrada paga. A pensar especialmente nas famílias, mantêm-se em 2019 os 6 domingos francos de “feirar por mais”.

Na esfera das grandes tradições da Feira de São Mateus, para além do regresso do Concurso e Desfile dos Vestidos de Chita, a VISEU MARCA propõe a regeneração de outra memória do certame: o Concurso de Fotografia. Em agosto, os participantes serão desafiados a captar, através das suas lentes, o melhor da Guardiã das Feiras Populares. Os trabalhos serão, depois, expostos no recinto.

A programação conta ainda com os grandes talentos da região nas quatro Noites de Viseu (Pedro Cruz, Ary, Coro VOX VISIO e Desfile de Trajes), concertos de “Talentos FNAC”, grandes tradições (Dia de Viriato, Gincanas, Concurso de Vestidos de Chita, Cavalhadas de Teivas e Vildemoinhos e Carnaval de Ovar), noites indie com os Cassete Pirata, entre outros. Algumas delas, em domingos francos de entrada gratuita!

A 15 de agosto é dia de casamento na Feira de São Mateus. Os primeiros “Noivos de São Mateus”, os jovens Natércia e Rodrigo, têm festa garantida no recinto do certame.

Depois da conquista do emblemático Bairro da Restauração da Feira, em 2019 chega uma nova arquitetura nas esplanadas dos pavilhões das farturas. Será a grande novidade dos espaços em 2019. Novo mobiliário, estruturas de sombreamento e floreiras compõem a nova face desta artéria central do recinto que faz justiça à sua importância no certame.

E porque feirar é também diversões, no topo das novidades encontra-se a instalação de uma nova Roda Gigante no espaço dos divertimentos, com o dobro da altura da anterior: 30 metros. A instalar em frente ao Multiusos, será uma nova atração familiar.

Na sua intervenção, o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, sublinhou o esforço continuado do Município na qualificação do Campo de Viriato, na sua modernização e segurança.

“Também em 2019 esse objetivo conhece novos avanços, com a conclusão da requalificação da Rua Padre Costa e da Porta do Sol Posto. São 150 mil euros de investimento, numa requalificação urbana que favorece os peões em detrimento do automóvel, melhora o ambiente urbano, a iluminação e o conforto do público, e renova todas as infraestruturas da via”.

Almeida Henriques apresentou em primeira mão os dados preliminares do estudo económico realizado ao certame de 2018, destancado a evolução relativa ao impacto económico e social do certame.

A Feira de São Mateus não é só um evento, ainda que seja o maior e o mais importante da região. É também economia e emprego. Os dados do estudo independente que o Município encomendou atestam que o volume de negócios total gerado pelo certame quase duplicou face a 2014. Ascende a 82,1 milhões de euros. Pode dizer-se ainda que a Feira é responsável pela criação de 270 empregos na economia do concelho, o que representa um crescimento de 37% relativamente a 2014.”

Por seu lado, o Gestor da Feira de São Mateus e Vereador da Cultura do Município, Jorge Sobrado, destacou o crescimento de públicos alcançado, o reforço da atratividade nacional e internacional, e o recorde de notoriedade e reputação do certame.

“Desde 2015 a Feira registou um crescimento de 40% em número de visitantes e de mais de 35% em número de entradas. São hoje quase 400 mil visitantes únicos e 1 milhão e 150 mil entradas”, sublinhou.

Sobre a proveniência dos visitantes, Jorge Sobrado é taxativo: “ela é cada vez mais nacional e internacional. Há visitantes estrangeiros com origem em 24 países, isto é, mais 60% que em 2015. Os visitantes nacionais em 2018 vieram de 218 municípios, cerca de 70% do total, com especial significado nas região do Norte e Lisboa. Os impactos turísticos são evidentes: entre 2015 e 2018, a pernoita dos visitantes teve um aumento de 23%.”

Também por isto, em 2019, uma parceria entre VISEU MARCA, Rede Expressos e a GETBUS promove durante o verão a ligação direta, por rodovia, entre o Aeroporto do Porto, a Cidade Invicta e Viseu. “Uma viagem entre o Aeroporto Francisco Sá Carneiro e Viseu custará 14,70 EUR”, explicou o gestor do certame.

Em 2019, a VISEU MARCA dá um passo ainda maior no domínio da sustentabilidade ambiental. “Será a feira popular mais verde do país”, assinala o Gestor. Depois de em 2018 ter abolido mais de 260 mil copos de plástico descartáveis com a utilização do copo reutilizável, em 2019 a Feira de São Mateus estingue a utilização de pratos, talheres ou palhinhas descartáveis. “Serão eliminadas mais de 100 mil palhinhas de plástico e de 100 mil pratos e talheres”, realça.

Cara lavada terão, também, 90 stands dos expositores. Estruturas “novas em folha”, em madeira, serão instalados no recinto, de acordo com um projeto desenvolvido pela VISEU MARCA, contribuindo para um ambiente mais qualificado e apelativo, com melhores condições de trabalho, segurança e higiene.

Em 2019, a Feira celebra ainda “Viseu, Destino Nacional de Gastronomia”. Pela primeira vez, os visitantes poderão provar três dos melhores sabores regionais na sobremesa oficial da Feira de São Mateus: as tílias do Rossio, as avelãs de Viseu e a maçã Bravo-de-Esmolfe. O doce, criado pelo Chef Diogo Rocha, é produzido pela Nutriva e estará disponível no Bairro da Restauração.

A gastronomia beirã é também homenageada no projeto de iluminação decorativa do evento. Os míticos pórticos de luz, presentes nas quatro entradas do recinto, serão alusivos a ícones da gastronomia da região, nomeadamente a maçã bravo esmolfe.

Na Praça de Viriato, o “meeting point” e zona “lounge” predileta do certame, o Palco Farmácia Viriato irá animar os finais de tarde no Campo de Viriato, com atividades para toda a família, ações de promoção e atuações de grupos da região.

Nesta noite da apresentação foi, ainda, divulgada a nova mascote da Feira de São Mateus e da cidade de Viseu: a Fisca e a sua companheira Maria Tata. Estas viajantes do passado irão percorrer o recinto em agosto e setembro, interagir com os visitantes, contar histórias e reviver memórias da história da Feira.

No total, são mais de 130 as propostas de eventos e realizações da Feira de São Mateus em 2019, no ano em que se celebram 627 edições da feira popular histórica de referência da região e no panorama cultural do país.

Para a Presidente da Direção da VISEU MARCA, Cristina Paula Gomes, “a Feira de São Mateus está mais moderna do que nunca, muito competitiva e cumpre rácios de sustentabilidade crescente. Mais do que uma feira histórica, somos hoje um evento que se soube reinventar e que rejuvenesceu para se tornar num evento de referência”, sublinha.

A dirigente chamou ainda a atenção para “o rigor e o profissionamismo crescente da gestão do certame e a importância dos seus resultados na performance económica positiva da Associação e para a sua capacidade de investir no marketing territorial de Viseu”.

Por três anos consecutivos, o “número mágico” de 1 milhão de entradas marcou a história do grande evento de Viseu. Este ano, a meta mantém-se.

Em 2019, a Feira de São Mateus decorre entre 8 de agosto e 15 de setembro. São 39 dias para feirar em Viseu.