Fim das portagens na A24, A25 e A23 chumbadas no parlamento

Foram hoje a votação na Assembleia da República vários Projectos de Resolução essenciais para o interior do país e para a nossa região, que proponham o fim das portagens nas A24, A25 e A23.

O fim das portagens nas ex-SCUT (estradas Sem Custo para o Utilizador) são um mecanismo importantíssimo para aliviar o garrote que estrangula a já fraca economia do interior e os também fracos rendimentos das famílias que, por não haver nenhuma alternativa, seja de vias rodoviárias paralelas ou de transportes públicos rodoviários e ferroviários, têm de usar o automóvel nestas estradas para deslocações pendulares casa-trabalho-casa ou mesmo para o legítimo usufruto cultural.

Relembramos que durante muitos anos vimos os vários partidos das regiões afectadas do interior, com representantes eleitos, a defender várias posições, desde a redução ao fim das portagens. Estas promessas prendem-se com o facto de saberem ser real o impacte destas portagens. Mas a prática é outra e mais uma vez, PS, PSD e CDS perderam a oportunidade de aprovar os vários Projectos de Resolução a votação no parlamento.

O Bloco de Esquerda continuará ao lado das populações para por fim a esta dupla tributação, as portagens aos utilizadores e os impostos aos e às contribuintes para o pagamento de rendas garantidas às concessionárias, mas também contra qualquer tentativa de portajar novas estradas como era projecto do anterior governo e defendido por Almeida Henriques recentemente, para o IP3 e IC12 na chamada Via dos Duques.