Futuro das Misericórdias debatido em Lamego

Um conjunto de cinco provedores de misericórdias de todo o país, o presidente da União das Misericórdias e o diretor do Centro Distrital de Viseu do Instituto da Segurança Social vão dinamizar um grande debate, na próxima quinta-feira, dia 27, em Lamego, sobre as estratégias a adotar para garantir a sustentabilidade futura das misericórdias portuguesas. Com uma intervenção inicial de António Tavares, provedor da Misericórdia do Porto, esta discussão marca o arranque das comemorações do 498º aniversário da Misericórdia de Lamego que reunirá no Teatro Ribeiro Conceição centenas de pessoas ligadas ao setor social, para escutarem um vasto leque de oradores, constituído sobretudo por dirigentes de instituições sociais e responsáveis de projeto.
Fundada em 20 de abril de 1519, a Santa Casa da Misericórdia de Lamego é uma das mais antigas do país. O seminário comemorativo de mais um aniversário será subordinado ao tema “A sustentabilidade no terceiro setor: Que presente vivemos? Que futuro construímos?”.
Durante o período da manhã, o encontro fica completo com a realização de um segundo painel de intervenções sobre a “Sustentabilidade e responsabilidade social das organizações”.Após a hora do almoço, o público é convidado a assistir a diversas apresentações sobre “Contextos e Boas Práticas de Intervenção”.
Os interessados que querem estar presentes no encontro devem efetuar previamente a sua inscrição em www.estgl.ipv.pt/seminario_scml_2017.html ou em scmlamego.pt. A entrada é gratuita.