Grupo francês assegura continuidade de fábrica em Arouca

O presidente da multinacional francesa Novares garantiu hoje o compromisso com a manutenção da unidade de Arouca, ao inaugurar a ampliação da sua fábrica de moldes, que aumenta para uma centena o número de postos de trabalho.

A fábrica de moldes de Arouca, localizada em Mansores, foi ampliada de 1.500 para 3.400 metros quadrados, acomodando novas máquinas “de última geração”, que aumentam a capacidade instalada das anteriores 450 toneladas para 2.100 toneladas, passando dos seus atuais 78 trabalhadores para uma centena de postos de trabalho.

Falando na inauguração, Pierre Boulet, responsável pela Novares, considerou que a ampliação e atualização dos equipamentos “demonstram o compromisso [para] com a fábrica de Arouca”.

“A extensão e a atualização associada das máquinas elevam a fábrica aos melhores padrões dentro da Novares e confirmam o nosso desejo de prestar um serviço de primeira classe ao nosso cliente, PSA”, completou.

A extensão da fábrica, cuja inauguração contou com a presença do embaixador francês em Portugal, vai permitir à unidade de Arouca cumprir o padrão da empresa, em termos de fluxos de produção e “atender melhor” o grupo PSA, seu principal cliente, no fornecimento às suas principais fábricas na Europa, como Mangualde, Poissy na França, Trnava na Eslováquia, Vigo e Zaragoza, em Espanha, e ainda à fábrica de Kenitra em Marrocos.

As obras de expansão da unidade fabril de Mansores tiveram início em setembro de 2018 e foram dadas por concluídas um ano depois.

O grupo Novares é uma empresa com sede em França, do portfólio da Equistone Partners Europe, que tem o BPI France como segundo maior acionista.

O Grupo, incluindo as participações da Novares Venture Capital, está presente em 22 países, administra 46 unidades fabris e oito centros de qualificação, oito centros técnicos e 17 centros de atendimento ao cliente.