Jaime Ricardo Gouveia lança em Seia o seu 16º livro de investigação histórica

São 16 livros desde que começou a publicar, em 2003, uma média superior a um por ano. “Seia, Duas Décadas de Jornadas Históricas” é título do seu último trabalho de investigação. A obra foi lançadano dia 17 de novembro,  durante as XX Jornadas Históricas de Seia, no Auditório da casa Municipal da Cultura da cidade de Seia. A apresentação do livro esteve a cargo de Irene Vaquinhas, professora catedrática da Universidade de Coimbra, que também escreveu o prefácio e que é a coordenadora das Jornadas.

Jaime Ricardo Gouveia é um moimentense ilustre. Nasceu na vila de Leomil, concelho de Moimenta da Beira, e é atualmente professor na Universidade Federal do Amazonas e investigador do Centro de História da Sociedade e da Cultura da Universidade De Coimbra e do CHAM – Centro de Humanidades da Universidade Nova de Lisboa.

Vários dos seus livros foram premiados. Destaque para o prémio ‘Fundação Calouste Gulbenkian’ pelo seu “A quarta porta do inferno. A vigilância e disciplinamento da luxúria clerical no espaço luso-americano (1640 – 1750)”, livro (604 páginas) que é a versão da tese de doutoramento que Jaime Gouveia defendeu no Instituto Universitário Europeu de Florença, Itália, em Outubro de 2012.