Linha Revitalizar do VISEU CULTURA apoia 21 projetos

Foi  aprovado pelo Executivo Municipal o projeto de decisão da Linha Revitalizar, do programa municipal VISEU CULTURA, no valor de 152 mil euros, proposto pelo júri do concurso.

Nesta edição, a linha de apoio municipal trouxe diversas novidades, no contexto do plano de ação “Viseu 2019, Destino de Gastronomia”. Entre eles, o apoio à organização da “Academia da Broa de Vildemoinhos”, a recuperação de um antigo lagar de azeite tradicional em Torredeita e de um moinho em Silgueiros, um projeto de promoção da reinterpretação de pratos tradicionais com o Chef Diogo Rocha

Os apoios visados incluem ainda o financiamento municipal à organização das Cavalhadas de Vildemoinhos e das Cavalhadas de Teivas, com valores de 20 mil e 15 mil euros, respetivamente.

Na lista das candidaturas com pontuação superior encontram-se ainda diversos projetos de revitalização e re-equipamento de ranchos folclóricos do concelho, assim como de serviços educativos da cultura popular.

No total são apoiados 21 projetos, nos domínios do património tradicional imaterial e da cultura popular, tendo em vista a sua revitalização e renovação.

Globalmente, o Município de Viseu aloca um montante anual de cerca de 1,2 milhões de euros para apoio a projetos culturais independentes, repartidos por quatro linhas de apoio e o projeto do Teatro Viriato.