Major-General Rodolfo Begonha apresenta “O Primeiro Ranger Português” na Câmara de Lamego

A Câmara Municipal de Lamego continua a apoiar ativamente todas as manifestações culturais existentes no concelho, através, por exemplo, da promoção de um vasto conjunto de ações de divulgação de obras da autoria de personalidades locais e regionais e de livros que se debruçam sobre a realidade sociocultural da nossa região. Neste sentido, o Salão Nobre dos Paços do Concelho foi, na tarde de 30 de junho, o palco escolhido para a apresentação pública do livro “O Primeiro Ranger Português”, uma obra da autoria do Major-General Rodolfo António Cabrita Bacelar Begonha. Esta sessão pública integrou o programa de comemorações do Dia da Unidade do Centro de Tropas de Operações Especiais (CTOE) que assinalou o seu 58º aniversário.
Oriundo da Artilharia, o Major-General Rodolfo Begonha é Mestre em Educação Física Militar. Entre outros serviços relevantes prestados ao país, integrou a Direção e montagem do 1º Curso de Operações Especiais, tipo Ranger, em Lamego, em 1963; foi secretário de Estado da Juventude e Desporto nos III, IV e V Governos Constitucionais (1978/80); foi diretor da Polícia Judiciária Militar, entre 1993 e 2001, e Professor Catedrático convidado da Universidade Lusíada, no “Curso de Políticas de Segurança”, entre 2008 e 2014. É ainda comentador convidado da RTP, SIC Notícias e Rádio Renascença sobre assuntos militares e terrorismo.

A apresentação pública do livro “O Primeiro Ranger Português” coube ao Coronel de Infantaria Valdemar Correia Lima, Comandante do CTOE, instituição que forma os conhecidos “rangers”. No início da sessão, a Assembleia Municipal de Lamego procedeu ainda à outorga de um voto de louvor a este Comandante, pela colaboração prestada, no Teatro Ribeiro Conceição, nomeadamente a logística militar, na realização do 

espetáculo cultural “Ergo um Cravo”,

uma viagem aos dias 24 e 25 de abril retratando os tempos idos e a madrugada e dia libertadores.