Natal na solidão do Fujaco

No Verão, apareceu em todas televisões, rodeada de chamas, envolta na tragédia dos incêndios. Depois, voltou ao silêncio e ao esquecimento. Em vésperas do Natal, o Notícias de Viseu foi até à aldeia do Fujaco. As árvores mortas e o negro dos caminhos, ainda vestem a serra de luto. Na aldeia, desponta o verde de pequenas hortas renascidas das cinzas. Na consoada, haverá bacalhau com batatas e couves, sem faltar o calor de uma lareira e de uma família – quem a tiver. Para outros, será apenas mais uma noite. Tempo de estar só.
(ver mais na edição em papel)