O BLOCO DE ESQUERDA, EM VISEU, MANTÉM A SUA REPRESENTAÇÃO NA ASSEMBLEIA MUNICIPAL E ELEGE EM TODAS AS FREGUESIAS ONDE CONCORREU

O Bloco de Esquerda, refere em comunicado que, apesar de não ter conseguido alcançar o objectivo de eleger o independente Fernando Figueiredo para a Câmara Municipal de Viseu, nem ter conseguido reforçar a bancada da Assembleia Municipal com o também independente Jorge Adolfo Marques, manteve a representação neste órgão autárquico, ao eleger Catarina Vieira (dirigente concelhia, distrital e nacional do BE) e obteve uma vitória não despicienda: viu aumentado de dois para sete o número de eleitos em assembleias de freguesia, elegendo em todas as freguesias onde concorreu, a saber, Manuela Antunes (Né) na Assembleia de Freguesia de Viseu; Carlos Fernandes, em Abraveses; Ana Paula Cunha, em Rio de Loba; Aventino Ferraz, em Repeses e São Salvador; Nuno Rocha, em Ranhados; Manuel “Cerejo” e Graça Simões, em Barreiros e Cepões, freguesia onde a lista do BE ficou em terceiro lugar. Também na freguesia de Viseu, o Bloco passou a ser a terceira força mais votada, ultrapassando o CDS.

O PSD conseguiu eleger mais um vereador para a Câmara Municipal de Viseu, conquistado ao CDS, provando que a propaganda pode superar a falta de obra feita.

O PS, apesar de ter beneficiado da dinâmica positiva do Governo de António Costa (devida em muito à pressão e negociação dos partidos à sua esquerda), não consegue aumentar o número de vereadores (certamente devido à fraca oposição feita durante estes quatro anos), mas conquista mais um deputado municipal ao CDS. Perdeu a Junta de Freguesia de Vila Chã de Sá, com o actual presidente a passar-se para a lista do PSD, mas ganhou a de São João de Lourosa, e assegurou a manutenção da presidência das Juntas de Silgueiros e de Torredeita, Boa Aldeia e Farminhão.

O CDS para além de perder o vereador para o PSD, vê reduzida a sua representação na Assembleia Municipal de três para um deputado, e na Assembleia de Freguesia de Viseu ficou reduzido a um membro.

A CDU não logrou eleger Filomena Pires para a Câmara Municipal e teve uma redução do número de votos no concelho, perdendo um dos eleitos que tinha em assembleias de freguesia, apenas conseguindo eleger Francisco Almeida para a Assembleia de Freguesia de Viseu. Esperamos que a eleição de Fernando Loureiro possa dar continuidade ao reforço da esquerda na Assembleia Municipal de Viseu.
A Comissão Coordenadora Concelhia de Viseu do BLOCO DE ESQUERDA