“o que é que o pai não te contou da guerra?” 20 de Fevereiro em Vouzela

9356368_300x300Acolhimento sem Âmbito do Programa Lafões Terra de Cultura, com Direção Artística da Binaural / Nodar, em Parceria com OS Municípios de Vouzela, São Pedro do Sul e Oliveira de Frades.
Espectáculo encenado POR Rogério de Carvalho, co-Produção Teatro Nacional São João e Amarelo Silvestre, esta de volta: 20 de Fevereiro (sábado, 21h30), em Vouzela, Cine-Teatro João Ribeiro *.

O Que É Que o pai Não Te Contou da guerra? E pretexto Pará uma catarse da Relação UMA. O filho confronta o pai, Antigo combatente, PROCURANDO OS silêncios e Os estrondos that permanecem Depois da guerra. O questionamento vai conduzi-lo Ao interior de si MESMO, um Uma Reflexão Sobre a SUA existencia, A construção da SUA Própria Memória. Traços Convoca, Vozes, Tensões e Emoções de Todas como Guerras, sem Perder de vista a Colonial Guerra (1961-1974), ferida Aberta sem imaginário e não Corpo do Portugal Contemporâneo. Mas daqui NÃO Resulta hum Objeto Cênico com pretensões documentais. A ambição E Outra: Construir, com Palavras estropiadas, Cabeças em Pesadelo e Corpos em Sofrimento, um itinerário de carne, poesia, sangue, cena.

Encenação
Rogério de Carvalho
Texto
Fernando Giestas
Interpretação e Co-Criação
Rafaela Santos, Sónia Barbosa
Interpretação
Nuno Nunes
Desenho de Luz
Jorge Ribeiro
Desenho de Som e Música originais
Ana Bento e de Bruno Pinto
Espaço Cênico
Henrique Ralheta
Registo Fotográfico
Susana Neves (TNSJ)

Registo Videográfico e imagem dossier
Luís Belo

Criação
Amarelo Silvestre
Co-Produção
Teatro Nacional São João

Produção executiva
Paula Trepado

Apoio
As Casas do Visconde
Residências
Teatro Viriato – Viseu
Teatro Virgínia – Torres Novas
ZDB / Negócio – Lisboa
As Casas do Visconde – Canas de Senhorim

Residências Artísticas co-financiadas Pela Direcção-Geral das Artes (Apoio Pontual 2014)