ONDE ESTÁ DEUS, QUE NÃO NOS ACODE!? Por Humberto Pinho da Silva

Certa vez, leitora – que se dizia assídua, – comentou crónica, que publiquei em jornal de Toronto. A determinado passo, perguntava-me: “ Como é que Deus permite tanta desgraça? Se Ele é bom, porque permite o mal, e aceita as crianças sofrerem? …

Lembrei-me, agora, dessa leitora, ao percorrer as ruas da minha cidade, no quadragésimo quinto ano da: “ Revolução dos Cravos”, e encontrar, quase todo o comércio, fechado.

É que dias antes, na Sexta-Feira-Santa – feriado nacional, como o da “Revolução”, – o burgo fervilhava de negócio! …

Pensei, de mim para mim: Esta gente, respeita mais a “Revolução”, do que a morte do Salvador! …

Recordei, então, a resposta que a filha do célebre Evangelista Billy Graham, Anne Graham, deu, quando lhe perguntaram, num popular programa de TV (*): – “Por que Deus permitiu a morte de tantos inocentes, no negregado atentado de 11 de Setembro?”

Eis, por palavras minhas, o resumo da resposta:

Durante ano, afastamos Deus, do governo, e das nossas vidas. Como queremos, obter Sua proteção, se não O deixam envolver-se nos nossos problemas?!

Disseram: Não é próprio orar, na Escola, nem ler a Bíblia. E nós concordamos…

Disseram: Não castiguem os vossos filhos, quando prevaricarem, para não os traumatizar. E todos concordaram…

Disseram: Os professores devem fechar os olhos a muita indisciplina…E todos aprovaram…ou quase todos…

Disseram: Nossas filhas devem rejeitar os filhos indesejados; e o aborto foi aceite…

Disseram: Liberdade sexual, antes do casamento; e distribuíram, nas escolas, preservativos. E todos apoiaram, em nome da liberdade…

Disseram: Tudo é permitido, desde que sejam cumpridos os deveres cívicos! E acharam que isso era bom…

Disseram: Como somos livres, podemos, em nome da liberdade, difundir a pornografia; e imagens perversas, surgiram…Era a democracia a funcionar…

Disseram, então: É apenas ficção… para entreter…

Agora, perguntam, admirados: “Por que se perdeu a noção do bem e do mal?!”

Correram Deus: do Estado, da Escola, da Sociedade…. Disseram: Não precisamos mais d’Ele! …

E eu, acrescentaria, ainda:

Retiramos os símbolos cristãos, para não ofender os não crentes, e os que praticam outras religiões! …

E também, me admiro, e parece que ninguém se incómoda, até levam para casa (para regalo dos filhos ou das filhas?!) o estendal de fotos da secção: Relax, que alguns periódicos publicam! …

Admiram-se, depois, que Ele não venha em nosso auxílio, e não nos proteja de tanta barbaridade! …

*) Entrevista, no Early Show, realizada por Jane Clayson.