“PROTEÇÃO DA FLORESTA E GESTÃO DO RISCO DE INCÊNDIO”.

Numa fase em que o debate sobre a defesa e valorização da floresta é uma das preocupações de todos os portugueses, irá decorrer no dia 6 de dezembro de 2017 no Auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viseu (ESTGV/IPV), a conferência PROTEÇÃO DA FLORESTA E GESTÃO DO RISCO DE INCÊNDIO organizada pelo Departamento de Ambiente.
Esta iniciativa surge no momento em que a conjuntura climática, o longo período de seca, a tipologia e o abandono das áreas florestais portuguesas são algumas das causas dos eventos cada vez mais frequentes que destroem o património florestal e a biodiversidade – os incêndios.
Neste âmbito a conferência contará com a participação do Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel João de Freitas e do Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques. Perspectiva-se uma nova abordagem desta problemática com a introdução de novas medidas legislativas do Governo.
Haverá ainda dois importantes temas a serem debatidos na conferência. O primeiro pretende ser uma reflexão sobre a problemática da vulnerabilidade do território florestal, a desertificação e os incêndios em Portugal, com a intervenção do diretor do Departamento de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF) do Centro, Viriato Garcez. Neste painel serão também abordados os grandes incêndios que este ano assolaram a região centro de Portugal por Miguel Almeida do Centro de Estudos sobre Incêndios Florestais e coordenador técnico do relatório solicitado pelo Governo relativo aos incêndios de Pedrógão Grande e concelhos limítrofes. O segundo tema envolve a discussão da valorização da floresta e dos produtos florestais tendo como intervenientes, responsáveis de vários organismos que dinamizam a fileira florestal como um veículo económico para o desenvolvimento. Estarão presentes no debate Carlos Alegria, promotor da central de biomassa de Viseu, João Gonçalves da Associação para a Valorização da Floresta de Pinho, Rui Ladeira, Presidente da Câmara Municipal de Vouzela, e Henrique Machado, ICNF, com uma visão sobre a floresta e o desenvolvimento dos territórios de baixa densidade, do interior de Portugal.