Prove Viseu Dão Lafões, em Mangualde, será um polo de atração turística entre 4 e 6 de outubro  

Com a presença confirmada do prestigiado chef Chakall

A paisagem, a natureza e a excelência dos vinhos e dos produtos de Viseu Dão Lafões são os argumentos de peso que fazem da região um pólo de atracão turístico de excelência. Com objetivos claros de expansão de influência territorial e de crescimento do setor, a Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões deu a conhecer a sua estratégia esta quarta-feira, no jantar de promoção do evento Prove Viseu Dão Lafões, que vai decorrer entre 4 e 6 de outubro, em Mangualde.

O Restaurante Zambeze, em Lisboa, foi o palco escolhido para esta apresentação, acompanhada dos melhores sabores, aromas e texturas da região Viseu Dão Lafões, que dezenas de convidados ligados ao meio político, empresarial, mediático e gastronómico tiveram possibilidade de descobrir e experienciar.

“O Prove Viseu Dão Lafões representa a qualidade do território, não só em Viseu, cidade de excelência, mas de todos os municípios. Este será um evento de valorização dos vinhos certificados do Dão, do queijo da Serra da Estrela DOP, dos enchidos, do mel, dos frutos vermelhos, dos frutos secos, da doçaria, da nossa gastronomiaEmpenhámo-nos fortemente para que, através do quadro comunitário, pudéssemos apresentar aos portugueses e aos estrangeiros que nos vêm visitar, um produto diferente. É um evento de excelência, muito bem organizado, planeado e tudo faremos para que todos os caminhos, no primeiro fim de semana de outubro, venham dar a Mangualde e à região Viseu Dão Lafões”, revelou o Presidente da Câmara de MangualdeJoão Azevedo.

O autarca evidenciou a arte de bem receber da região e recordou também ensinamentos do avô. “Se Lisboa e o Porto e todas as grandes cidades têm agendas culturais, o nosso território está a crescer nesse sentido, com um forte empenho por parte do Turismo do Centro, das comunidades intermunicipais e das autarquias, mas precisamos muito que a comunicação social valorize o território. Não apenas por um capricho de caridade por termos tido problemas, mas sim pela genuidade dos nossos produtos e da arte de receber bem, com grande simpatia, grande educação e especialmente grande educação para com as mulheres. Era isso que o meu avô dizia”, evocou.

Momentos antes, o Presidente da CIM Viseu Dão Lafões e anfitrião da iniciativa, Rogério Mota Abrantes, deu as boas vindas a todos os presentes convidando-os a degustar uma seleção dos mais apreciados vinhos da região. “Somos 14 municípios unidos em torno de um denominador comum de grande ligação territorial, de excelência na arte de bem receber, na qualidade dos produtos locais, num grande empenho, e este evento, este ano em Mangualde, vaireforçar o posicionamento de Viseu Dão Lafões como destino turístico nas escolhas dos turistas nacionais e internacionais.”

Presidente do Turismo do Centro de PortugalPedro Machado, sublinhou algumas ideias fundamentais a reter no âmbito da iniciativa. “Acreditamos que somos capazes de vos seduzir, bem como aos portugueses e a todos os que quiserem conhecer o território, para irem visitar a 4, 5 e 6 de outubro, a cidade de Mangualde e aquele que vai ser oProve Viseu Dão Lafões. É um evento de caraterísticas semelhantes a outros que se fazem na fileira, mas com idiossincrasias de uma região e fortíssimos atributos. As marcas de referência de vinhos do Dão, o enoturismo, a gastronomia, alavancados num território que permite desfrutar e que quer e está a afirmar-se no turismo ativo de natureza, num esforço de intercâmbio e de camadas, com diversidade turística, e como alternativa às duas metrópoles, e numa influência crescente no panorama turístico nacional religioso e de bem estar diferenciado”.

O Prove Viseu Dão Lafões é organizado pela CIM Viseu Dão Lafões, com produção da Essência do Vinho e os apoios do Turismo Centro de PortugalCâmara Municipal de Mangualde e Comissão Vitivinícola Regional do Dão. O projeto é co-financiado pelo programa operacional “Centro 2020”.

O evento incluirá mercado gourmetconversas sobre vinhodegustações em restaurantessessões de cozinha com chefes reconhecidos do público, como Chakall, Cristina Manso Preto e Diogo Rocha. Entre quinta-feira, dia 4, e o primeiro sábado de outubro, dia 6, o Largo Dr. Couto, em Mangualde, é destino obrigatório para experienciar a capital do gourmet no interior do país.