Tondela impõe primeira derrota ao Sporting de Silas na I Liga

O defesa Bruno Wilson apontou ontem o único golo da vitória do Tondela sobre o Sporting, em jogo da 10.ª jornada da I Liga de futebol, naquela que foi a primeira vitória da formação beirã em casa.

O golo surgiu aos 88 minutos, num excelente cabeceamento do central da equipa auriverde, na sequência de um livre indireto batido por Jonathan Toro para a área, numa segunda parte em que o Sporting dominou por completo.

Os “leões” sofreram a segunda derrota com Silas à frente da equipa, a primeira no campeonato, depois de um ciclo de três vitórias consecutivas.

Com este triunfo, o Tondela subiu ao sétimo lugar, com os mesmos 15 pontos do Boavista, sexto com menos um jogo, enquanto o Sporting permanece no quarto lugar, com 17, a 10 do líder e campeão nacional Benfica.

Na primeira parte o jogo foi mais dividido, sem grandes oportunidades de golo, com exceção de um remate de Miguel Luís, aos 32 minutos, a rasar a trave da baliza defendida por Cláudio Ramos, após cruzamento rasteiro de Ristovski na direita.

Minutos antes, aos 25 minutos, Jhon Murillo conduziu uma jogada pela direita do seu ataque que poderia ter criado muito perigo, mas um defesa do Sporting cortou providencialmente a bola que seguia para Xavier.

Aos 45+2 minutos, o árbitro Fábio Veríssimo mostrou cartão vermelho direto a Filipe Ferreira, devido a uma entrada por trás a Doumbia, mas a decisão foi revertida para cartão amarelo após consultar o videoárbitro.

No segundo tempo, o Sporting entrou mais forte e dominador, com o guarda-redes Cláudio Ramos a ser a figura maior, com duas defesas que mantiveram as suas redes invioladas.

Aos 57 minutos, na marcação de um livre direto, o guarda-redes da equipa beirã teve de se esticar para evitar o golo de Bruno Fernandes, que, 10 minutos depois, obrigou Cláudio Ramos a nova defesa de recurso.

A equipa de Jorge Silas esteve perto do golo, aos 82 minutos, num remate cruzado de Vietto a rasar o poste mais distante do guarda-redes do Tondela.

O Sporting ia dominando, mas um livre indireto aos 88 minutos, executado por Pepelu, permitiu a Bruno Wilson um excelente cabeceamento para golo.

A formação ‘leonina’ pressionou até ao final do jogo, mas foi incapaz de chegar à igualdade.