Tribunal de Contas concede visto ao contrato de reconstrução de 94 habitações atingidas por incêndios

O Tribunal de Contas concedeu  o visto ao contrato de empreitada, que prevê a reconstrução de 94 habitações permanentes, num valor aproximado de 12 milhões de euros.

Para o presidente da Câmara de Tondela, José António Jesus, esta é uma notícia que vem reforçar a esperança dos que perderam as suas habitações em outubro do ano passado.

“Congratulo-me com a rapidez e o sentido institucional desta resposta, que em muito contribui para que, de imediato, se avance com as reconstruções. Realça-se que a celeridade deste visto também se deve à forma absolutamente correta com que a CCDR-C instruiu todo o processo de contratação”, referiu.

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDR-C) assinou, a 07 de março, o contrato com o consórcio responsável pelas obras de reconstrução de 94 habitações: 74 reconstruções totais e 20 parciais.

Na altura, o presidente da Câmara de Tondela tinha apelado a uma rápida avaliação do Tribunal de Contas, de forma a que todas as obras possam estar concluídas até ao final do ano.

“Bem sabemos como este objetivo é difícil, mas tudo faremos, mobilizando prestadores de serviços e subempreiteiros locais, para que tudo seja feito, dando um grande exemplo ao país, na organização, na estratégia e na eficácia desta missão. Não me desviarei deste objetivo”, destacou.