PJ deteve suspeito de homicídio, roubo, profanação de cadáver e incêndio em Castro Daire

Um homem com 44 anos foi detido no concelho de Castro Daire, no distrito de Viseu, por suspeita da prática dos crimes de homicídio qualificado, roubo, profanação de cadáver e incêndio, anunciou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

Segundo uma nota da Diretoria do Norte da PJ, os factos ocorreram na noite do dia 13, em Parada de Ester, no concelho de Castro Daire, no interior da residência da vítima.

“Na ocasião, e após uma breve discussão por motivo fútil, o arguido muniu-se de um objeto contundente e agrediu a vítima com violência, causando-lhe a morte. Ato contínuo, apoderou-se de diversos bens do ofendido, colocando fogo no cadáver com o objetivo de destruir qualquer vestígio que o ligasse aos crimes cometidos”, lê-se no comunicado.

De acordo com a fonte, “não obstante a tentativa de destruição realizada”, as diligências efetuadas pela PJ “permitiram reunir os elementos de prova necessários” e proceder à detenção do suspeito “fora de flagrante delito”.

O detido é empregado da construção civil e possui antecedentes criminais pelo crime de tráfico de estupefaciente.

O suspeito vai ser presente à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas, adianta a PJ.